segunda-feira, junho 15, 2009

Rainha do lar?



















Rainha do lar?

odete ronchi baltazar

Segundo turno da segunda começando e eu ainda nos serviços gerais, que não acabam nunca.
Serviço de dona-de-casa é um serviço ingrato. Se a gente faz ninguém nota. Se deixa de fazer é um deus-nos-acuda! Todo mundo cai de pau em cima por causa da reviria.
Já pensaram bem quanta coisa temos que fazer para deixar uma casa em ordem?
Dona-de-casa deveria se chamar "administradora do lar", oras, pois é isso mesmo que ela é.
Vou enumerar algumas (eu disse "algumas"!) das tarefas que temos que realizar: lavar roupas, estender, recolher, passar, guardar, colocar nos cabides... varrer, passar pano, tirar o pó, cozinhar, ajeitar a cozinha depois do almoço, ou jantar... E se tiver crianças, ai, ai! A coisa fica mais complicada.
Sei. Vão me dizer que as brastemps lavam. Mas quem é que põe pra lavar, coloca o sabão, o amaciante, o clareador, a Qboa naquela manchinha? Quem engoma as toalhinhas de bandeja ou de pão? Pois é...
E o supermercado? Tem coisa mais estressante?
Faz a lista, passa nas prateleiras, põe no carrinho, passa no caixa, põe no carrinho, põe no carro, tira do carro, põe nos armários... Ufa! cansei!
E ainda tem o almoço pra fazer?
Ah, não!
Vou fazer um sanduíche que ninguém é de ferro!
E ainda tem muita coisa pra fazer... Nem pensem que terminaram as tarefas da dona-de-casa aqui.
Acho que essa história de reinar no meu lar é história mesmo. Eu sou mesmo é gata borralheira... Com avental e tudo o mais. Nem à noite viro Cinderela!
Entre louças, roupas e vassouras, desfaço os nós e os laços das fantasias diárias e entro de cabeça na realidade que não assusta, mas me deixa atenta e me diz que não é pra desistir de sonhar.
Sou teimosa, tenho sonhos nas pontas dos dedos e insisto em dizê-los aos quatro cantos do mundo.
Vamos em frente que o dia apenas começou!

5 comentários:

ydeo oga disse...

adoro a alegria dos teus escritos; as palavras dançam e encantam... mil beijos azuis... ydeo

ida disse...

Adoro Teus Textos do Cotidiano, Det...
eu sou bem assim...rs...
bem "coisas de gente normal"... rs
bjuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuu

Leonardo disse...

Oi, Odete!
Obrigado pela visita e comentário no meu blog!
Gostei muito dos teus textos também (a minha tia me indicou o teu blog), e este aqui das tarefas domésticas, então, eu adorei! Realmente, vocês administradoras do lar fazem mágicas!
Abraços,
Leonardo

ZENN BELL disse...

Olá! Amei seu texto, lucidez e teimosia em continuar sonhando!Penso "rainhas do lar ou escravas?", "lar ou campo de concentração?", e quanto menor a condição econômica pior ainda!Como não acordar se sentindo uma bruxa (o cansaço é tão grande que o sono não traz o descanso necessário) e como não chegar ao fim do dia se sentindo gata borralheira?
Melhorar tudo isso depende de nós mesmas dizermos basta e redistribuirmos as tarefas com equidade e justiça!! Tarefa nada fácil, que encontará sempre muita resistência, mas é o caminho! Beijos.

Léia Cook disse...

Me vi nesta crônica, odeio supermercado! Pensei que era só eu.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...