sexta-feira, maio 22, 2009

Poetrix















Velhice

O abandono bebe a solidão
e nestas horas, é somente o frio
quem lhe dá a mão...

3 comentários:

ida disse...

Lindo, Detttttttt......
bju,amadaaaaaaaaaaaaaa

Izidoro Azevedo dos Santos disse...

Achei nos meus velhos arquivos de citações:
- Um velhinho viajava sentado no banco da frente do ônibus; toda vez que o veículo fazia uma curva o corôa ia junto, virando pro lado. Aí aquela molecada do colégio que lotava o ônibus gritava: - Segura o vovô, segura o vovô!!! Nesse momento toda a atenção se voltava pro velhinho, e logo um cara ia lá e colocava na posição certa novamente. O ônibus fazia outra curva e lá ia o velhinho se entortando todo, de novo. E a galera gritava: Segura o vovô, segura o vovô!!! E sempre aparecia um voluntário prá posicionar o velhinho certinho no banco mais uma vez. E assim continuou a viagem inteira, até que lá pela décima vez quando berraram: Segura o vovô, segura o vovô!!! O vovô implorou: - Ahh! Meus filhinhos, deixem o vovô, ao menos uma vez, soltar um ...punzinho...

Izidoro Azevedo dos Santos disse...

A foto faz lembrar a bela cançãod e Pablo Milanés (poeta e músico cubano) denominada "Años", que podes ver/escutar em vídeo no meu blog (Arquivo "Músicas diversas")

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...