quinta-feira, março 02, 2006













O céu que inventas

odeteronchibaltazar

Escrevo cristais em papéis
que voam para a tua fronte
mas não me decifras...
mesmo quando
caem em gotas
na tua boca.
Calado,
não me dizes dos amores que espero
ou das alegrias que quero.
Sequer me convidas
para a festa
que em segredo preparas
para teus amores incertos.
Sequer me levas em tuas asas
nos vôos que intentas,
solitário anjo,
que me visita
nas minhas insônias...
(tantas...)
Dá-me, por favor, uma linha
do teu destino
para que eu possa bordar,
finalmente,
teu nome
junto ao meu
neste céu que ora inventas...

odeteronchibaltazar

7 comentários:

Anônimo disse...

Querida Odete, seu blog está um show. Vou colocá-lo em meus favoritos. Parabéns amiga.
Mauro Martins

rosa disse...

Odetim..
tá lindo..
lindo como vc.. o blog e o poema..
beijos..
rosa

pensadora disse...

conheço os teus poemas dos grupos agora virei ao teu canto...tb gostava que visitasses o meu...
um beijo
pensadora

Lila_SonhosPSP disse...

Odete..Sabes o qto gosto dos seus poemas..tenho uma pastinha aqui onde guardo-os com carinho e sempre releio..Parabéns.Beijo/Lila

stella disse...

Odete , estou navegando no seu blogger e adorando!!
Adoro seus poemas!
beijos

Stella

stella disse...

Odete
Sou sua fã de carteirinha!
Parabéns, minha querida, seus poemas são lindos demais.

Cida Janes disse...

Odete, parabéns pelos lindos poemas.
Este poema"O CEU QUE INVENTAS" é maravilhoso.
Bate de frente comigo.
Beijos e muita paz

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...