quinta-feira, abril 03, 2008

Quebranto

















Quebranto

odeteronchibaltazar

Bastaria um aceno,
um gesto de leve,
um simples toque,
e minha alma se encantaria
e de novo voaria,
asa liberta por esta brancura dos versos,
e diria coisas tais que encheriam meus olhos e os teus,
e o coração se emocionaria,
e os olhos dariam águas aos rios de poesias.
Rios que correriam entre as pedras das dores quebradas e já sem mágoas.
E eu teria algas em meus dedos salpicando cada poema que saíssem de meus encantos.
E seríamos um só de novo:
energia pura,
pura poesia!

odeteronchibaltazar

2 comentários:

Guhn disse...

See please here

Salar disse...

See Please Here

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...